Ouvi por aí, em pleno feriadão…

 

Viva a independência e a separação do Brasil. Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro promover a liberdade do Brasil. Independência ou Morte! (Dom Pedro I, em 7 de setembro de 1822).

O Brasil não é para principiantes (Tom Jobim).

No Brasil o otimista dorme com medo de acordar pessimista (Millôr Fernandes).

O Brasil é sério, mas é surrealista (Jorge Amado).

O Brasil é uma nação de espertos que reunidos, formam uma multidão de idiotas (Gilberto Dimenstein).

Quem pensa que Deus é brasileiro pode estar certo: ele se mudou (Ziraldo).

O Tiradentes devia ser o padroeiro do Brasil; tá todo mundo com a corda no pescoço (José Simão).

A prosperidade de alguns homens públicos do Brasil é uma prova evidente de que eles vêm lutando pelo progresso do nosso subdesenvolvimento (Stanislaw Ponte Preta).

Eu proporia que se substituissem todos os capítulos da Constituição por um artigo único: todo brasileiro fica obrigado a ter vergonha na cara (Capistrano de Abreu).

Brasil?
Fraude explica.
(Carlito Maia)